domingo, 15 de maio de 2011

A Morte


Nesses últimos tempos, após a perda de pessoas queridas, pude refletir a respeito da morte, um assunto que nem sempre é agradável de se tratar, pois parece que não fomos programados para deixar de existir. Ao falar em morte, observamos as mais intensas reações, alguns dizem não ter medo dela, outros procuram não pensar, nem sequer falar nesse assunto, mas o real é que não tão raramente somos remetidos a esses pensamentos e reflexões a respeito do assunto, basta recebermos a notícia de que alguém que conhecemos atravessou a fronteira da vida e passou a não mais existir, ao menos desse lado da existência.

Muitos não acreditam em vida após a morte, julgam ser essa vida a única que teremos, por isso procuram aproveitar o máximo o que cada oportunidade pode oferecer, outros acreditam em outras vidas, através da reencarnação e uma grande maioria acredita numa outra dimensão, caracterizada como céu ou inferno, um lugar onde passaremos a eternidade e dependendo de nossas escolhas por aqui, poderemos desfrutar ou não da chamada presença de Deus.

Diante desses argumentos, pensamos será que após a morte teremos todas as respostas às perguntas a respeito de Deus? Será que existirá uma realidade onde ele se revela tão claramente como o sol a cada manhã? Os mais religiosos dirão que sim, mas isso não esconde o fato de que Deus ainda continua um completo mistério que talvez só seja revelado após a finitude da vida, existindo algo ou não...



" Agora vejo em parte, mas então veremos face a face "
Renato Russo

quarta-feira, 27 de abril de 2011

"A Semana Santa"




Acabamos de vivenciar a chamada "Semana Santa" com direito a muito chocolate para a celebração da páscoa... Esse feriado, segundo consta tem o sentido de nos trazer a reflexão conceitos relacionados a morte e ressurreição de Jesus, aquele que denomina-se segundo o cristianismo o salvador da humanidade, o redentor dos pecados, fato este, que nos traz algumas possíveis características do que poderá ser Deus, pois segundo os escritos tradicionais, foi o próprio "Todo poderoso" que deu o seu filho em prol de toda humanidade para que alcançassemos a denominada vida eterna nos céus. Por mais que essa história seja conhecida de todos, o próprio Deus permanece uma incógnita, um mistério, pois fica a pergunda: Que Pai daria seu filho para morrer pelos outros? E por que feito isso, ainda permanece em profundo mistério sem que possamos compreender todo o propósito por trás de tal atitude? Veja aí algumas características e curiosidades da chamada Páscoa:

Páscoa: termo "Pesach" (hebreu) - Passagem

Civilizações antigas: Festa relacionada a passagem do inverno para a Primavera


Judaísmo: Êxodo, passagem do povo hebreu escravo no Egito pelo Mar vermelho para libertação

Cristianismo: Morte, ressurreição de Jesus, o Cristo. Começando uma semana antes, no Domingo de ramos, relembrando a entrada do "Messias" em Jerusalém, passando pela morte, terminando com a celebração da ressurreição



Tradições atuais: Mitologia - Deusa Astarte ou Ostera, deusa da fertilidade, onde ovos pintados e lebres traziam tal significado


Enfim, a Páscoa não diminui em nada nossas indagações, nem responde qualquer de nossas perguntas... Voltemos a estaca zero, continuando nossa jornada...



"A indiferença acaba permitindo nossa adesão passiva à realidade que nos é imposta. Não estamos diante de um fato consumado, estamos trancados nele. Muitos estão acordados, mas fazem de conta que estão dormindo..."
José Saramago

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Início da jornada

(A Criação de Adão - Michelangelo)

Olá Pessoal!

Continuando nossa jornada em busca de respostas ao que se considera indecifrável, fazemos uma analogia diante de 03 conceitos ou idéias que nos trazem a reflexão e aos questionamentos do que de fato seria Deus...

Começo com uma definição do Dicionário a respeito dessa divindade:

s.m. Ente infinito e existente por si mesmo; a causa necessária e fim último de tudo que existe. / Em teol. cristã, ente tríplice e uno, infinitamente perfeito, criador e regulador do universo. / Cada uma das pessoas da trindade cristã: Deus Padre, Deus Filho e Deus Espírito Santo. (Nestas significações, escreve-se com inicial maiúscula.) / Divindade masculina. // Os deuses, as personificações masculinas e femininas que compunham o Olimpo pagão.
(Dicionário Aurélio)

Observamos também diante das artes e literatura a busca em relação a esta intrigante pergunta:

"Eu amo o mundo! Eu detesto o mundo!
Eu creio em Deus! Deus é um absurdo!
Eu vou me matar! Eu quero viver! Você é louco? Não, sou poeta."
(Mário Quintana)

E termino essa reflexão com um vídeo do Bono Vox que reflete essa busca e a falta de respostas:

"I still haven't found what I'm looking for" (Eu ainda não encontrei o que estou procurando)


video



E PARA VOCÊ, QUEM É DEUS?

Até a próxima semana!


quinta-feira, 7 de abril de 2011


DIANTE DE UM MUNDO CADA VEZ MAIS COMPLEXO E CAÓTICO, UMA DAS PERGUNTAS QUE SEMPRE INTRIGOU A HUMANIDADE EM TODOS OS TEMPOS SERIA O FATO DE EXISTIR OU NÃO UMA DIVINDADE, UM PROPÓSITO, ALGUÉM POR TRÁS DE TODA A HISTÓRIA EXISTENCIAL... MUITOS PREFEREM NÃO PENSAR NISSO, OUTROS REFUTAM A IDÉIA DE UM DEUS PRÓXIMO E ATUANTE, MAS O FATO QUE NÃO PODEMOS NEGAR É QUE QUEIRAMOS OU NÃO, PRECISAMOS CEDO OU TARDE NOS DEPARAR COM A VERDADE QUE NÃO CONHECEMOS DIANTE DE TODOS OS MISTÉRIOS QUE ENVOLVEM A VIDA E NOSSA EXISTÊNCIA... POR ISSO ESTAREMOS NUMA BUSCA PELAS MAIS DIVERSAS ÁREAS, ENVOLVENDO FÍSICA, BIOLOGIA, PSICOLOGIA, FILOSOFIA, TEOLOGIA, ENTRE AS RELIGIÕES E NÃO-RELIGIÕES PARA TENTAR AMENIZAR ALGUMAS PERGUNTAS QUE TALVEZ NUNCA CONSIGAMOS RESPONDER NA SUA TOTALIDADE, MAS NEM POR ISSO DEIXAREMOS DE NOS DENOMINAR CAÇADORES DE DEUS...